Desenvolva a sua identidade visual

Nunca foi tão pertinente criar a sua identidade visual neste mundo tão padronizado. O que mais percebo nas minhas palestras educativas é que as pessoas querem se vestir como a Juliana Paes, Sabrina Sato, entre outras.

Mas será que funciona para o biótipo da pessoa? Ou seja, vai ficar tão elegante e bonito como fica nessas atrizes? Isso seria possível sim. Se a pessoa tiver o mesmo formato estrutura, altura, linhas de silhueta da pessoa almejada.

É importante que a mulher brasileira aprenda a conhecer e respeitar o seu corpo, formato, as linhas de silhueta para partir daí desenvolver a sua identidade visual.  Aprender a olhar para si é fundamental, sem neglicenciar o que existe e se isolar. A ideia é ver o que acontece ao nosso redor e absorver o que nos cabe, aprendendo a fazer escolhas que nos beneficiem.

Da próxima vez, quando for cortar o cabelo ou comprar uma roupa se olhe, se observe, estude-se primeiro. Descubra suas potencialidades, seus recursos, sua beleza  e suas imperfeições. E quando se deparar com opiniões e sugestões descabidas, diga não e faça sua escolha com muita, mas muita confiança.

Não queira ser igual a ninguém, desenvolva as suas referências.

Querer ser igual, não cabe mais em nossas vidas, pois toda mulher merece ser única.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *